Barigui abre liderança em ranking de Securitizadoras por número de operações

Após maio de 2015 apresentar o melhor desempenho mensal histórico do mercado primário de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI), os rankings das Securitizadoras Imobiliárias passaram por reordenações entre alguns de seus participantes. Brazilian Securities, Ápice e Habitasec galgaram posições  nos rankings referentes a 2015 tanto sob o critério do número de operações quanto pelo montante emitido. Por outro lado, Barigui e Cibrasec, as líderes sob cada um dos critérios, respectivamente, reforçaram suas posições. Se a Barigui emitiu o número recorde de 21 CRI – somando R$ 1,25 bilhão- apenas no mês de maio, se isolando na liderança sob este critério, a Cibrasec trouxe à tona apenas uma operação de R$ 517,9 milhões em CRI no mesmo mês, o suficiente para permanecer no topo da escala arranjada pelo montante emitido, embora por pequena margem de distância da Barigui.

Apenas em maio de 2015, cinco securitizadoras emitiram 27 operações que perfizeram R$ 2,48 bilhões. Sob ambos os critério, o desempenho é o melhor para o mês de abril desde o início do mercado de securitização imobiliária através de operações de CRI. Como fator explicativo, poder-se-ia inferir que as securitizadoras se adiantaram à propalada mudança na regulamentação referente ao direcionamento de recursos da poupança. Como percorrido pelo artigo “CMN e Bacen alteram regras relativas a poupança, CRI e LCI”, a resolução, publicada no último dia útil de maio e já com validade a partir de 1º de junho, limita o uso de recursos advindos da poupança para aquisição de CRI de perfil corporativo, que constituía um importante propulsor deste mercado.

Considerando o número de operações ocorridas em 2015 até abril, e que perfaz 62, o quadro reflete a primazia da Barigui sobre os outros participantes. Exatamente a metade deste total de operações se refere a CRI que foram emitidos pela Barigui. Tal desempenho deixa na penumbra a agora segunda colocada Ápice, cujo percentual circula na marca dos 12,9%. A Cibrasec, por sua vez, caiu da segunda para a terceira colocação, conforme a Figura 1, e registra em abril fatia equivalente a 9,7%. Habitasec e SCCI mantiveram a quarta e quinta colocação, respectivamente, registrando 8,1% e 4,8%. A Brazilian Securities, tal qual no ranking sob o critério de montante emitido, saltou posições, da nona para a sexta, auferindo 3,2% do total, que, a seu turno, é o mesmo percentual conquistado pela Octante, na sétima posição, e a REIT, na oitava. Nova Securitização, Pátria e Polo Capital marcaram 1,6% do total de operações emitidas cada.

É possível acessar cada um dos rankings na seção Rankings do TLON, podendo conferir, no detalhe de cada participante, o histórico de operações realizadas, participação no total e outros dados.

Figura 1 – Evolução dos rankings por número de operações nos meses de 2015 – a espessura de cada linha representa o número de operações

Quando o critério é o montante total emitido em 2015 até abril, que já alcança os R$ 5,78 bilhões, a Cibrasec responde por 35,7% deste total, mas é seguida de perto pela Barigui, com 35,4%, ressaltando diferença de apenas R$ 15,3 milhões. Mantendo a terceira colocação, na comparação com o mês anterior, a Ápice registra parcela equivalente a 11,2%. Em movimento ilustrado pela Figura 2, a Habitasec subiu da sexta para a quarta colocação, e a Brazilian Securities galgou da nona para quinta posição. Respectivamente, estas securitizadoras emitiram em 2015 títulos que somam 6,1% e 2,7% do montante total emitido. Consequentemente, Octante, SCCI, REIT e Nova Securitização foram deslocadas para colocações inferiores e auferem conjuntamente, ao fim de abril, fatia equivalente a 7,8% do total. Pátria e Polo Capital permanecem na décima e undécima posição, com 0,6% e 0,5%, respectivamente.

Figura 2 – Evolução dos rankings por montante emitido nos meses de 2015 – a espessura de cada linha representa o montante emitido


 

Fonte: Tlon

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.